Símbolos Indianos

Segundo país mais populoso do mundo e sétimo maior em área geográfica, a Índia possui uma diversidade de línguas, costumes e modos de vida que variam de acordo com cada estado da república. Embora o extenso território favoreça tal multiplicidade, há no país uma identidade cultural muito bem enraizada – o indiano é orgulhoso de sua civilização ancestral e nutre um sentimento de amor à sua nação.

Nos dias atuais ainda ocorrem conflitos religiosos por conta da intolerância. São muitos os rituais, muitas deidades e muitos símbolos – sendo a grande maioria destes ligados ao Hinduísmo. A religião possui o maior número de seguidores na Índia e, de tão antiga, a palavra ‘hindu’ passou a ser usada para designar ‘indiano’, além de toda a simbologia ser vista pelos outros países como se representasse o próprio país indiano.

Para entendermos melhor a Índia – um país de contrastes – o significado de símbolos como a Flor de Lótus e o Om são preponderantes, pois revelam fatos sobre a cultura do país.

Om

om-simbolos-indianos

O símbolo, que possui a força de ser a descrição visual do som cósmico, representa o poder de Deus, o princípio universal e o som da criação – entoado antes de qualquer mantra. Om também é considerado o número um do alfabeto, o zero que imprime valor aos demais números. No seu som monossilábico, contém o universo inteiro em sua energia (Brahman).

Deste modo, o Om é essencial na cultura hindu. Na Índia, toda criança no início de sua alfabetização deve aprender a desenhar o símbolo.

Flor de Lótus

flor-de-lotus-simbolos-indianos

A Flor de Lótus, pelo fato de crescer na água pantanosa e isso não afetar o seu crescimento, representa o ensinamento que indica que devemos estar acima do mundo material apesar de viver nele.

O lótus é o símbolo de todo o oriente. Simboliza, essencialmente, a pureza espiritual, que não deve ser perdida no cotidiano. O ser humano deve se inspirar no exemplo da flor de lótus que mesmo crescendo em meio ao lodo permanece limpa e pura.

Ganesha

ganesha-simbolos-indianosTrata-se de um dos mais conhecidos e venerados deuses do hinduísmo. Também chamado de Vinayaka em Kannada, Vinayagar e Pillayar em tâmil, Vinayakudu em Telugu, Malayalam e Marathi, Ganesha é o primeiro filho de Shiva e Parvati e o esposo de Buddhi. ‘Ga’ representa Buddhi (intelecto) e ‘Na’ simboliza Vijnana (sabedoria).

Considerado o mestre da sabedoria e da inteligência, comumente, Ganesha é representado como uma divindade amarela ou vermelha, com quatro braços, uma barriga avantajada e a cabeça de elefante com uma única presa. Símbolo das soluções práticas, o Deus deve ser interpretado como tal – ‘destruidor de obstáculos’, solução lógica para problemas.