Símbolos Químicos

A química é repleta de símbolos representativos – imagens e letras que ajudam na comunicação rápida e universal dos inúmeros elementos químicos e das placas sinalizadoras. Alguns são de fácil entendimento como Mg (magnésio), Zn (zinco) e Ca (cálcio). Outros possuem origem no latim como Au (Ouro), Ag (prata) e Na (sódio). Outros ainda são nomeados com homenagens a cientistas ou lugares, como é o caso do Am (américo) e do Md (mendelévio).

Os outros tipos de símbolos fazem referência aos riscos que determinado produto químico oferece. Encontramos tais símbolos nas fichas de segurança e nos recipientes em que o produto está armazenado. As fichas trazem informações importantes sobre os cuidados a tomar em caso de acidente e sobre a maneira mais indicada de armazenar certos elementos.

Desde a antiguidade, os alquimistas já trabalhavam em uma simbologia própria para representar os vários elementos químicos. A primeira ideia foi representar os átomos dos diferentes elementos por pictogramas inspirados na astrologia. Ao longo dos anos diversas alterações foram propostas O seu uso só se tornou universal a partir do século XIX, quando Dalton propôs os seus próprios símbolos. Entretanto, tal como os anteriores, ainda não eram representações fáceis de memorizar e reproduzir. Em 1814, o químico sueco Jons Jakob Berzelius (1779 – 1848) propôs que os símbolos fossem constituídos apenas por uma ou duas letras do seu nome escrito em latim, grego ou inglês, sendo a primeira das letras em maiúsculo e a segunda, quando necessária, minúscula.

Elementos Químicos

Cada elemento, sintetizado artificialmente ou natural, é representado por um símbolo. Como já dito acima, independente da língua ou alfabeto vigente, os símbolos químicos serão sempre os mesmos – letra inicial maiúscula, do seu nome em latim, e quando preciso, uma segunda letra minúscula.

Atenção: símbolo químico ≠ fórmula química.

Ex: H – hidrogênio ≠ H2O – uma molécula de água.

Atualmente, a organização que regula toda a nomenclatura química é a IUPAC – International Union of Pure and Applied Chemistry, em tradução livre para o português “União Internacional de Química Pura e Aplicada”.

Exemplos:

Elemento químico

Nome em latim

Símbolo

Fósforo

Phosphorum

P

Potássio

Kalium

K

Sódio

Natrium

Na

Cobre

Cuprum

Cu

Prata

Argentum

Ag

Ouro

Aurium

Au

Chumbo

Plumbum

Pb

Antimônio

Stibium

Sb

Mercúrio

Hydrargyrum

Hg

Estanho

Stannum

Sn

tabela-periodica-simbolos-quimicos-elemento

Da necessidade de organizar os inúmeros elementos químicos, de forma precisa e clara, muitos cientistas se dedicaram a criação de uma tabela periódica – muito útil para prever as características, comportamentos e tendências dos átomos. Uma tabela completa é capaz de nos fornecer o número atômico, a massa, a distribuição de elétrons, o nome e o símbolo do elemento, além de propriedades como eletronegatividade, raio e energia de ionização.

tabela-periodica-simbolos-quimicos
Tabela periódica completa
Riscos Químicos

Símbolo tóxico

Tóxico ou altamente tóxico – Qualquer que seja o tipo de contato com tais substâncias serão nocivas à saúde do indivíduo. Inalação, ingestão, contato com a pele devem ser evitados. Em caso de acidente, é indicado procurar um médico o mais rápido possível.


simbolo-corrosivoCorrosivo – Indica que o produto é corrosivo tanto em contato com a pele quanto em superfícies. Um exemplo é o ácido sulfúrico, outrora utilizado em baterias automotivas


nocivo-a-naturezaNocivo à natureza – Indica que o composto não deve ser descartado sem antes ser, devidamente, tratado ou armazenado e entregue em um lugar responsável pelo tratamento. Ele pode contaminar o solo, corpos d’ água e animais.


simbolo-explosivoExplosivo – Todo composto com esse indicativo deve ser mantido longe do fogo e de equipamentos aquecidos, pois o mesmo facilita a combustão dificultando no término de um provável incêndio. Em caso de cilindros de gases comprimidos deve-se também evitar pancadas e choques.


simbolo-inflamavelMaterial inflamável – que pode facilmente pegar fogo, deve-se evitar contato até mesmo com o ar.

 


diamante-de-hommelDiamante de Hommel – o diamante de segurança é um losango dividido em quatro quadrados, cada um com uma cor. Cada um deles recebe um número ou um código: riscos à saúde (azul), inflamabilidade (vermelho), reatividade (amarelo), riscos específicos (branco).


risco-radioativoRisco radioativo – utilizado em locais em que se encontram produtos radioativos, como tambores de lixo de usinas nucleares, materiais usados com equipamentos de raio-x, entre outros.


risco-biologicoRisco biológico – sinaliza que a substância pode oferecer risco à saúde de organismos vivos, principalmente humanos. Estão presentes nos recipientes onde são descartados materiais utilizados em hospitais.

Outros símbolos

Símbolo da Globo

Assistida, diariamente, por mais de 200 milhões de pessoas, a Rede Globo, segunda maior rede

Símbolos Illuminati

O termo Illuminati (do latim, ‘aquele que é iluminado’) é comumente utilizado para denominar os

Símbolo Integral

O símbolo integral (∫) usado, na matemática, para representar a notação introduzida, no final do