Símbolo da Administração

O símbolo da Administração é uma figura que representa tanto a profissão de administrador quanto o Conselho Federal de Administração (CFA). O emblema é formado por flechas horizontais, que apontam para a direita e esquerda, e triângulos concêntricos.

De acordo com o Manual de Identidade Visual do CFA, instituído através da Lei nº 4.769, foi promovido, em meados do ano de 1979, um concurso nacional para a escolha do símbolo que identificasse o conselho e representasse a profissão. Para tal, foram convidados para compor o corpo de jurados: Rui Vieira da Cunha (especialista em heráldica), Zélio Alves Pinto (grafista), Alexandre Wollner (arquiteto), José E. Mindlin (industrial), além dos presidentes dos Conselhos Regionais e Federais.

O concurso recebeu 309 sugestões, oriundas de quase todas as regiões brasileiras. Os jurados, incumbidos de julgar e definir o certame, selecionaram 40 trabalhos para a segunda fase de seleção, desses restaram 10. A escolha final, após a grande dúvida devido às linguagens gráficas serem bem distintas, legitimou o desenho, que até hoje, representa, em todo o território nacional, a profissão de Administrador. Os autores vencedores – um grupo de Curitiba, denominado ‘Oficina de Criação’ – definiu o símbolo como: “A forma aparece como intermediário entre o espírito e a matéria”.

Simbolo da Administração

Quanto ao significado do símbolo, as flechas centrais apontam para um mesmo ponto e representam os principais objetivos da profissão – organizar, reunir, orientar, centralizar, dispor para funcionar, direcionar, arbitrar, coordenar, relatar, dirigir, planejar e encaminhar os diferentes aspectos de um possível problema para uma solução. As flechas laterais, representam as metas a serem alcançadas. Já os quadrados brancos, que se formam ao centro da figura, remetem ao caráter dinâmico da profissão.

O símbolo, em sua forma 3D possui três cores (azul, branco e preto). Quanto ao símbolo em 2D, este possui apenas um cor (azul).

Símbolo da Administração 3D