Símbolos Matemáticos

Compartilhe:

Conhecer os símbolos matemáticos nos ajuda a entender um pouco da ‘língua’ dessa ciência exata. Às vezes não entendemos um texto didático justamente por desconhecer alguns símbolos, ou mesmo entendendo, não sabemos o real motivo pelo qual o mesmo está sendo utilizado.

Ao longo dos anos, a matemática tem se aprimorado de forma a facilitar os cálculos e a compreensão dos estudiosos, sendo assim, os símbolos deixam-na cada vez mais dinâmica e aplicável no contexto do cotidiano. Os símbolos foram surgindo, conforme a necessidade, e sendo introduzidos com a evolução da forma de raciocinar e pensar do homem, do surgimento de cálculos mais complexos, da fundamentalização de experiências e da aplicação nas diversas ciências em que a matemática, de certa forma, contribui.

Os símbolos matemáticos têm a vantagem de serem entendidos em qualquer parte do mundo por pessoas de qualquer nacionalidade, não importando qual seja o idioma falado.

Operadores Aritméticos

Símbolo

Significado

 

+

adição

Lê-se como “mais”. A adição combina dois números, em um único número, a soma ou total. Uma das operações básicas da álgebra.

Ex: 2+3 = 5, significa que se somarmos ’2′ e ’3′ o resultado é ’5′.

-

subtração

Lê-se como “menos”. A subtração indica quanto é um valor numérico (minuendo) quando removemos outro valor (subtraendo).

Ex: 5-3 = 2, significa que se subtrairmos 3 de 5, o resultado é 2.

/

divisão

Lê-se como “dividido”. A divisão é a operação inversa à multiplicação, ou seja, só faz sentido quando o número a ser dividido é um múltiplo inteiro do número pelo qual se vai dividir.

Ex: 6/2 = 3, significa que se dividirmos 6 por 2, o resultado é 3.

x ou  * ou .

multiplicação

Lê-se como “multiplicado”. A multiplicação é a forma mais simples de se adicionar uma quantidade finita de números iguais. O resultado é chamado de produto.

Ex: 8*2 = 16, significa que se multiplicarmos 8 por 2, o resultado é 16.

^

conjunção lógica

A conjunção é um operador utilizado na lógica matemática. Na sua forma mais simples significa relacionar dois (ou mais) valores.

Ex: Está fazendo sol e (^) estou dentro de casa.

radiciação

A raiz representa a potenciação com expoente fracionário, ou seja, para um número real ‘a’, a expressão Raiz enésima de a representa o único número real x que resulta x elevado a n igual a a (x^n=a).

Ex: Raiz quadrada de 9.

±

mais ou menos

O sinal é utilizado para expressar um número que pode vim a ser tanto positivo quanto negativo.

Ex: se x² = 4, logo x = ± 2.

log

logaritmo

Usualmente é escrito como logbx = y. Na sua forma mais simples, o logaritmo é o expoente que uma dada base deve ter para produzir determinada potência.

Ex: log2(32 * 16) = log232 + log216 = 5 + 4 = 9.

 Setenciais

Símbolo

Significado

=

igualdade

Lê-se como “igual à”.

Ex: x = y, significa que ambos os termos possuem o mesmo valor; 3+5 = 7+1.

diferente

Lê-se como “diferente à”.

Ex: x ≠ y, significa que os termos possuem valores distintos; 4+2 ≠ 4+4.

>

maior

Lê-se como “maior que”.

Ex: x > y, significa que o primeiro termo possui um valor maior que o segundo; 8+4 > 8+2.

<

menor

Lê-se como “menor que”.

Ex: x < y, significa que o primeiro termo possui um valor inferior ao segundo; 3+1 < 2+3.

maior ou igual

Lê-se como “maior ou igual a”.

Ex: 5 ≥ 5.

menor ou igual

Lê-se como “menor ou igual a”.

Ex: 2/3 ≤ 4/3.

congruente a

Lê-se como “é congruente a”.

Ex: Se então existe um inteiro x tal que a = b + xm.

aproximadamente igual

Lê-se como “aproximadamente igual a”.

Ex:  π  3,14…

Outros

Símbolo

Nome

N

números naturais

São os números que vão de 0 a +. Todo número natural é seguido por outro chamado sucessor, ou seja:

N = {0, 1, 2, 3, 4,…}.

N*

naturais não-nulos

O símbolo é usado para representar o conjunto de números naturais não-nulos, ou seja:

N* = {1, 2, 3, 4, 5, …}.

Z

números inteiros

Fazem parte do conjunto dos números inteiros todos os números naturais acrescidos dos seus opostos negativos.

Z = {…, -3, -2, -1, 0, 1, 2, 3, …}.

Z*

inteiros não-nulos

Z* = {…, -5, -4, -3, -2, -1, 1, 2, 3, 4, 5, …}.

Z+

inteiros não-negativos

Z+ = {0, 1, 2, 3, 4, …}.

Z-

inteiros não-positivos

Z- = {…, -3, -2, -1, 0}.

Z*+

inteiros positivos

Z*+ = {1, 2, 3, 4, 5, …}.

Z* -

inteiros negativos

Z*- = {-1, -2, -3, -4, -5…}

Q

números racionais

Quando dividimos um número inteiro por outro número também  inteiro obtemos um número racional, sempre representado por uma parte inteira e outra fracionária.Podemos considerar os números racionais como o conjunto de todos os números inteiros mais todos os números que ficam situados nos intervalos entre os números inteiros.

Q = {a/b | a  Z e b  Z*}.

Q*

racionais não-nulos

Q* = {x  Q | x  0}.

Q+ 

racionais não-negativos

Q+ = {x  Q | x  0}.

Q- 

racionais não-positivos

Q- = {x  Q | x  0}.

Q*+ 

racionais positivos

Q*+ = {x  Q | x > 0}.

Q*- 

racionais negativos

Q*- = {x  Q | x < 0}.

I

números irracionais

Números reais que não podem ser obtidos pela divisão de dois números inteiros. Pertencem ao conjunto dos reais, mas não são racionais.Possuem infinitas casas depois da vírgula, que não se repetem periodicamente.

O irracional mais famoso é o número pi (π).

R

números reais

Conjunto formado por todos os números racionais e irracionais.

R*

reais não-nulos

R* = R - {0}.

R+

reais não negativos

R+ = {x  R | x  0}.

R- 

reais não-positivos

R- = {x  R | x  0}.

R*+ 

reais positivos

R*+ = {x  R | x > 0}.

R*- 

reais negativos

R*- = {x  R | x < 0}.

C

números complexos

Um número complexo é representado por a+bi, sendo ‘a’ a parte real e ‘b’ a parte imaginária. A unidade imaginária é definida por ‘i’, sendo essa a raiz quadrada de -1.Podemos escrever: i = √ (-1).